Domingo, 11 de Abril de 2004

A PROMESSA

meuamor14a1.jpg





</head>



_ Prometes ?


_ Prometo que não me
apaixono por ti, mas o meu coração não promete nada.


_ Não digas isso , sabes
que não podes apaixonar-te por mim.....não podemos, tu sabes......


_ Eu sei, e prometi-te
quando nos começamos a conhecer, mas nem sabes como é difícil.......eu , estou a
adorar-te conhecer......já fazes parte de mim.


_ Eu sei, também é
difícil para mim ,somos grandes amigos e isso é que importa.


_ Mas não chega.....eu
quero-te, eu desejo-te, eu acho que já te amo.....


_ Olha, olha que
prometes-te......e não costumas faltar ao prometido.


A conversa ficou por ali
, e cada um continuo o seu trabalho, mas , nada era como dantes, nada era como
antes daquela conversa. Tentavam os olhos não se cruzarem, não se tocarem.......


Toca o telefone e cada um
deles se dirigi a atende-lo.....ficaram frente a frente ....olhos nos olhos e
sem saberem o que fazer .O barulho do telefone continuava e nenhum fez algum
gesto para atender. O silêncio instalou-se naquela sala.


Estava uma tarde de sol e
naquele momento parecia que havia um fogo a arder dentro da sala, ou deles
mesmos ,mas nenhum deu sinais de tal.


De repente ele vira-se
para ela e diz-lhe:


_ Apetece-me
beijar-te........posso-te beijar?


_ Estás doido? _ 
riu-se,  voltou-se para o trabalho que começava acumular-se na sua
secretária.


Ele , olhou para ela, seu
olhos não conseguiam olhar para outro lado, seguia seus movimentos ,percorria o
seu corpo e desejava ardentemente tê-la nos braços. Levantou-se, ficou parado
junto dela, e num impulso......beijo-a. Beijo-a intensamente, cheio de desejo e
paixão.Esperava que ela o repudiasse , que o afasta-se mas, o corpo dela estava
a reagir ao beijo, estava a sentir também desejo, paixão nos lábios dela.


_ E a promessa ?_ disse
ela , baixinho e descontrolada.


_ Eu prometi mas o meu
coração não......não consigo mandar nele..... Queres que mantenha a promessa?
Teu corpo esta a dar-me a resposta que procuro.....


_Mas tu
prometeste........


Continuaram a beijar-se,
seus lábios percorreram o pescoço, suas mãos andavam perdidas pelos seus
cabelos, sentia as mão dela nas suas costas, o seu corpo junto do
dele.....Desabotoou a blusa botão por botão , e começou a explorar uma pele
macia , arrepiada e cheia de prazer....beijou seus seios, beliscou seus mamilos
e perdeu-se em seu ventre. As mãos delas passavam nos seus cabelos, ouvia
pequenos gemidos vindos dela e nunca sentiu um afastamento, um recuo, um
empurrão....


Fizeram amor ali em cima
da secretaria dela, cheia de papeis ......sentiu-a pela primeira vez pequena e
desprotegida, ela que era uma mulher de força e de coragem....viu-a nua e
desprotegida e com um olhar doce e meigo. Ainda a amou mais que já
amava........ainda bem que ela quebrou a promessa.....já não conseguia
......amava mais que tudo e queria-a muito.


Ela começou-se a vestir ,
nunca mais disse nenhuma palavra ,o silêncio agora era assustador, tinha medo
desse silêncio dela.


_E agora??_ disse ela
toda altiva , parecia que aqueles minutos anteriores não tinham
acontecido......era ela novamente, forte e inquebrável.


_Agora.....tu deixas-te
quebrar a promessa, agora amo-te mais que ontem e menos que amanha,
agora......não posso prometer mais nada....


_ Os amigo também fazem
amor........Não podes quebrar a promessa......Não podes apaixonar-te por mim ,
nem eu por ti.......Não podemos.....


 


 





</html>
publicado por scamuflada às 21:51
link do post | comentar | favorito
|
30 comentários:
De Anónimo a 14 de Abril de 2004 às 21:34
RE: FLORECA nós sempre prometemos o pior é cumprir essa promessa....ainda bem que são amigos e que nao te arrependes de nada.beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Abril de 2004 às 20:28
Uma vez disseram-me "promete-me que nunca te vais apaixonar por mim"... eu respondi "prometo!"... mas não consegui cumprir. Foi uma paixão louca, linda. Só da minha parte, infelizmente!!! Hoje somos grandes amigos e não me arrependo de nada!!!floreca
(http://floreca.blogs.sapo.pt)
(mailto:a_floreca@hotmail.com)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:42
RE: FOLHADERASCUNHO tb nao sou apologista de namoro entre amigos mas...tudo pode acontecer.ainda bem que gostas-te ,beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:41
RE:APIBULL muito possivel e muito real nos tempos de hoje..beijossofiass
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:40
RE: MOCHINHO esse é o grande problema , o coração nunca promete nada.beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:39
RE:JORGEBOND ehehhe eu reconheci-te...vi logo que eras tu ehehehhe , é bom quando gostas do que lês aqui.beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:38
RE:CRIS concordo ctg quando disses que o amor nasce da amizade mas por vezes é sentimentos misturas e acabasse por perder os dois.isto vai continuar....beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:36
RE:LIQUE é uma situação muito vezes vivida, porque se confude os sentimentos, na vida nestes dois amigos nao sei se é amor, amizade ou amizade sexual, isto vai ter continuação.beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:35
RE:XZIP amigo ja te respondi no teu blog...cabeça fria...mas por vezes sabe bem quebrar promessas.beijos sofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 12 de Abril de 2004 às 21:34
RE: ENCADESCENTE :)))) BEIJOSsofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)

Comentar post