Quarta-feira, 12 de Maio de 2004

MULHER DE NOVO......

IT32441.jpg




vaguei no teu
olhar


perdi-me no teu
corpo


senti o teu
desejo


beijaste-me


desejaste-me


amaste-me


hoje senti-te que
me amaste


afagaste os meus
cabelos


gesto de carinho
e de amor


senti-me uma
criança nos teus braços


hoje senti-me
amada por ti.....


não fujas do
amor....deixa-me ser de novo mulher.


 





</html>
publicado por scamuflada às 21:34
link do post | comentar | favorito
|
21 comentários:
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 22:22
==SOFIA== essas pessoas que fogem do amor são as que sofrem mais. beijos e volta sempresofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 22:21
==CAMILINHA== essa é a grande verdade, tem que ser correspondido. beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 22:20
==APITBULL== voltei renovada ehehheh beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 22:19
==WIND== miga bigada:)))) beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 22:19
==SOPT== emoções sentidas. beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 22:18
==GUIOMAR== obrigada, beijossofia
</a>
(mailto:scamuflada@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 20:10
Hoje os teus apelos deixei-os cair na bainha das minhas calças novas. Torneavam-me a perna presos, ansiosos por saltar. Mas estou ainda indeciso se hei-de baixar-me e apanhá-los, ou se opto por simplesmente tirar a bainha.
Há a contradição nas tuas palavras, e talvez hoje as tuas palavras tenham sentido, revelam necessidade de alimentos, apareceram-me ávidas de intenções, há fome e há também a fonte para a saciar, porque no fim "que palavra triste esta, não é?" no fim, o resultado foi: ???.
Bom eu deduzo que tu obtiveste, conseguiste, possuíste, amealhaste eu diria mesmo aglutinaste a recompensa, talvez mesmo o melhor dos manjares.
Que se façam futuros ecos, daquilo que tu desejas muito, porque na verdade, eu sempre gostei mais de calças sem bainhas....
simulador
(http://comunicar.blogs.sapo.pt)
(mailto:simulador1@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 15:26
Joli blog. Goût très. Mille mots avec très sentiParis
</a>
(mailto:paris@avec.fr)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 14:15
para ti sofia:) teu corpo, flor; teu rosto, dor
em doçura e maneiras
cheio de beleza
perturbado, imóvel
querendo sentir-te
junto de mim
teu corpo, flor; teus lábios, dor
em segredos irei de voz amar-te
© biquinha
- gostei de ler teu corpo... bjs**********o5elemeto
(http://o5elemento.blogs.sapo.pt/)
(mailto:o5elemento@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Maio de 2004 às 13:20
A beleza deste poema, cala-me. Adorei.analfabeto
(http://analfabetosexual.blogs.sapo.pt)
(mailto:pp@sapo.pt)

Comentar post